sexta-feira, 26 de abril de 2013

'Fizeram uma crueldade', diz mãe de dentista queimada por criminosos

Mulher morreu após assalto a consultório em São Bernardo do Campo.
Ladrões não acharam dinheiro e atearam fogo a dentista, que morreu.


A mãe da dentista Cinthya Magaly Moutinho de Souza, de 47 anos, que morreu queimada após assalto a seu consultório em São Bernardo do Campo, no ABC, disse na tarde desta quinta-feira (25) que a filha foi vítima de “uma crueldade”. “Fizeram uma crueldade, o que eu espero é Justiça. Mas cadeia é estágio para o crime, eles vão lá e voltam piores, eu não sei o que esperar”, afirmou a mãe, Risoleide Moutinho de Souza.
Segundo a Polícia Militar, um trio invadiu o consultório na Rua Copacabana por volta das 12h30 e anunciou o assalto. Como eles não encontraram dinheiro, a dentista entregou o cartão e a senha.
Waldomiro Bueno Filho, delegado seccional da cidade, informou que os ladrões sacaram R$ 30, enquanto um outro continuava no consultório com a dentista e uma paciente. Depois, os criminosos voltaram, atearam fogo na vítima e fugiram em um carro. Um quarto assaltante aguardava os outros em um Audi estacionado perto do consultório.
Testemunha
A polícia já ouviu a paciente que estava no consultório quando os criminosos chegaram. Ela disse, de acordo com o delegado, que um ladrão colocou um capuz em sua cabeça, mas que ouviu a dentista conversando com os criminosos.
Mapa  (Foto: Arte G1)
Segundo a testemunha, Cinthya disse que não possuía dinheiro em caixa e deu o cartão de crédito e a senha para que eles fossem sacar, mas informou que tinha pouco saldo na conta.
O delegado conta que a paciente relatou ter ouvido a dentista gritar muito, pedindo para que os ladrões “não fizessem isso”.
Waldomiro disse que já tem suspeitos do crime. “Para dar uma satisfação para essa brutalidade, nós vamos identificar esses criminosos o mais rápido possível”, disse. Ele citou que, há cerca de dois anos, uma quadrilha roubava consultórios odontológicos na capital paulista e agia com a mesma crueldade. O delegado disse que cruzará os dados com os desse caso.
Os pais estavam em frente ao consultório na tarde desta quinta e recebiam o apoio dos vizinhos. Viriato Gomes de Souza, pai da vítima, disse que a dentista não namorava nem era casada. Ele acrescentou que a filha não tinha se envolvido em nenhuma briga que justificasse tamanha crueldade. “Espero que a sociedade possa ser mais harmoniosa e viver em respeito. E que casos como esse não voltem a acontecer”, disse.
Ele contou que a filha atendia apenas pessoas conhecidas, como os vizinhos. O pai lembrou que, em 2010, a dentista sofreu uma tentativa de assalto ao deixar o consultório, mas um segurança da rua conseguiu impedir o roubo.
Vitória Fernandes, que era vizinha e paciente da dentista, mas não estava no consultório no momento do crime, falou sobre a profissional. “Ela era uma pessoa muito boa, muito simples, não cobrava consulta, apenas o tratamento que ia fazer e, dependendo do tratamento, nem cobrava”, contou. A mãe de Cinthya trabalhava com a filha, agendando as consultas.
Interior do consultório da dentista, em São Bernardo (Foto: Glauco Araújo/G1)Interior do consultório da dentista, em São Bernardo (Foto: Glauco Araújo/G1)FONTE: G1

Crise, retaliação ou absolutismo nos Poderes ?


Gilmar Mendes diz que "é melhor fechar STF" se Legislativo aprovar PEC 33

O ministro destacou que a proposta é inconstitucional e questinou "justiça" na comissão
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes voltou a criticar hoje (25) a proposta de emenda à Constituição que vincula decisões da Corte ao Congresso Nacional. O ministro destacou o fato de o texto ser aprovado na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara sem uma análise mais detalhada e disse que é “melhor que se feche o Supremo Tribunal Federal” se a proposta for aprovada pelo Legislativo.

“Não há nenhuma dúvida, [a proposta] é inconstitucional do começo ao fim, de Deus ao último constituinte que assinou a Constituição. É evidente que é isso. Eles [Legislativo] rasgaram a Constituição. Se um dia essa emenda vier a ser aprovada, é melhor que se feche o Supremo Tribunal Federal”, disse Mendes.

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 33 condiciona o efeito vinculante de súmulas aprovadas pelo STF ao aval do Poder Legislativo e submete ao Congresso Nacional a decisão sobre a inconstitucionalidade de leis. De autoria do deputado Nazareno Fonteles (PT-PI), a PEC ainda estabelece que é preciso quórum de nove ministros, e não mais de seis, para anular emendas constitucionais aprovadas pelo Congresso.

Gilmar Mendes destacou a "gravidade" de o texto ter sido aprovado por votação simbólica, sem manifestações em sentido contrário. "É constrangedor, eu acredito, por uma comissão que se chama de Constituição e Justiça. Onde está a Constituição e a Justiça nesta comissão?", criticou.

Hoje, o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), afirmou que vai atrasar a tramitação da proposta para avaliar se o texto é constitucional. Para o ministro Marco Aurélio Mello, a decisão de analisar a proposta com mais cautela foi acertada. "A postura de Vossa Excelência confirma as minhas palavras de ontem, a confiança absoluta na Câmara dos Deputados e no Senado da República como dois grandes colegiados", disse ele, ao deixar o STF nesta tarde.

O ministro Ricardo Lewandowski também minimizou uma crise entre Legislativo e Judiciário. “Os poderes estão funcionando. Cada qual toma as atitudes que entendem dentro de sua esfera de competência e assim é que funciona a democracia. Quando os poderes agem dentro de sua esfera de competência, a meu ver, não há o que se falar em retaliação. E muito menos crise. Pelo contrário, os poderes estão ativos, funcionando e não há crise nenhuma”.
FONTE: O Povo

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Investimento na segurança pública, nunca é demais.

Após Lamborghini, polícia de Dubai exibe Ferrari para patrulhar as ruas

Ferrari foi fotografada patrulhando as ruas nesta quinta-feira.
Polícia adquiriu supercarros para tornar o patrulhamento mais rápido.


Depois da Lamborghini Aventador, a polícia de Dubi, nos Emirados Árabes, exibiu nesta quinta-feira (25) uma Ferrari que será usada pelos policiais para patrulhar as ruas da cidade. As autoridades locais adquiriram os supercarros para tornar o patrulhamento mais rápido. A Lamborghini, por exemplo, alcança mais de 300 km/h.
Foto mostra Lamborghini e Ferrari usadas pela polícia de Dubai (Foto: Karim Sahib/AFP)Foto mostra Lamborghini e Ferrari usadas pela polícia de Dubai (Foto: Karim Sahib/AFP)
Após Lamborghini, polícia de Dubai exibe Ferrari para patrulhar as ruas (Foto: Karim Sahib/AFP)Após Lamborghini, polícia de Dubai exibe Ferrari para patrulhar as ruas (Foto: Karim Sahib/AFP)
Ferrari foi fotografada patrulhando as ruas nesta quinta-feira em Dubai (Foto: Karim Sahib/AFP)Ferrari foi fotografada patrulhando as ruas nesta quinta-feira em Dubai (Foto: Karim Sahib/AFP)
Curiosos tiraram fotos ao ver a Lamborghini Aventador patrulhando as ruas (Foto: Karim Sahib/AFP)Curiosos tiraram fotos ao ver a Lamborghini Aventador patrulhando as ruas de Dubai(Foto: Karim Sahib/AFP)
  •  
  •  
Objetivo é tornar o patrulhamento mais rápido (Foto: Ahmed Jadallah/Reuters)Objetivo é tornar o patrulhamento mais rápido. Na foto, a Lamborghini usada pela polícia de Dubai (Foto: Ahmed Jadallah/Reuters)
FONTE: G1

Um tapa na cara das autoridades!

Usuários de ônibus denunciam violência crescente nos terminais da Capital

Os usuários de terminais de ônibus em Fortaleza enfrentam diariamente problemas com o trânsito, lotação dos veículos e, agora, a violência aparece como uma das maiores preocupações. As  denúncias de ocorrências de vandalismo, assaltos, agressões nesses locais têm sido constante, segundo usuários. O terminal da Lagoa, um dos sete da capital, localizado no bairro da Parangaba, vêm sofrendo com atos de vandalismo e de violência.
O radialista Everardo Souza, que todos os dias frequenta o local, afirma que mais de uma vez já presenciou marginais desafiando os funcionários da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza S/A (Etufor) e também os guardas municipais. Um vídeo enviado através da ferramenta VcRepórter mostra bem a situação. Menores fazem baderna nos coletivos, cantam músicas ofensivas, contam histórias de agressões a guardas municipais, agentes de trânsito e até mesmo contra policiais.
"Na última quarta-feira escapei de ser assaltado porque entrei dentro do banheiro", confirmou o radialista.
O diretor da Guarda Municipal, Plauto de Lima, afirmou que desconhece essa violência nesse terminal especificamente, e, diz que os guardas municipais ficam no lugar até meia-noite, depois desse horário, eles ficam em motos rondando o lugar e também em uma viatura.
Porém, não é isso que afirma um cobrador de ônibus que está diariamente no local. "Eu trabalho aqui até meia-noite, e, vejo que às 22h, os guardas municipais já não estão presentes dentro do lugar, eles ficam na área externa".
Já um funcionário do terminal, que prefere não se identificar, afirma que impede muitas vezes a entrada de vândalos pelas catracas. "Eles tentam invadir e eu não deixo, quando a situação aperta, eu aciono a Guarda Municipal, quando eles estão no terminal", confirmou.
Ainda sobre o fato da Guarda Municipal, o funcionário ainda disse que a guarda funciona em regime de jornada extra, ou seja, nem todos os dias eles estão no interior do local. "Têm semanas que ficam no horário noturno, tem semana que ficam só na área externa, graças a Deus essa semana eles ficaram todos os dias até agora", completou.
FONTE: Diário do Nordeste

Diga não a PEC DOS MENSALEIROS!

O Projeto de emenda constitucional nº 33/ 2011 de autoria do Dep. Fed. Nazareno Fonteles do PT/PI, foi aprovado pela CCJC da Câmara Federal dia 24/04/13, a comissão é composta por dois mensaleiros, a saber José Jenoíno e João Paulo Cunha, ambos condenados pelo STF pelo "mensalão". O projeto da o poder de veto ao Legislativo para decisões do STF. A Pec 33 foi vista pelos Ministros do Supremo com uma retaliação as condenações no processo que repercutiu recentemente em nosso país, pois tal propositura fere o princípio da separação dos poderes.

FONTE: http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=503667

Briga de gente grande!

PSB (Eduardo Campos X Ferreira Gomes) ?

Governador de Pernambuco Eduardo Campos em lançamento de campanha política. Para ele o Brasil  pouco avançou, vivemos relações extremamente desiguais na divisão de recursos, precisamos dar um passo adiante, para que não haja um regresso na conquista do nosso povo.



Mais poderes ao Legislativo, em especial aos "Mensaleiros"! E agora meu povo???

Comissão aprova proposta que submete decisões do STF ao Congresso

De acordo com o texto do deputado Nazareno Fonteles (PT-PI), parlamentares poderão vetar determinadas deliberações dos ministros da Corte; projeto segue para colegiado especial


A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara aprovou na manhã desta quarta-feira, 24, Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que submete ao Congresso decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre inconstitucionalidade de emendas à Carta Magna e súmulas vinculantes. Na prática, os parlamentares passam a ter o direito de derrubar decisões do Judiciário sobre o tema.

Estavam presentes durante a votação os deputados José Genoino (PT-SP) e João Paulo Cunha (PT-SP), condenados pelo STF no processo do mensalão. Apesar de a votação ser simbólica, Genoino fez questão de registrar sua posição favorável à matéria. A votação ocorreu com a presença de cerca de 20 deputa ados no plenário. A comissão tem 68 membros titulares, mas como não houve pedido de verificação de quórum a PEC seguirá adiante. O próximo passo é a criação de uma comissão especial para analisar o tema.
O projeto é de autoria do deputado Nazareno Fonteles (PT-PI). Ele propõe que decisões do STF de editar súmulas vinculantes e declarar inconstitucionais emendas à Constituição tenham de ser submetidas ao Congresso antes de ter validade. Somente se o Legislativo não analisar o tema em 90 dias a decisão do STF passaria a vigorar. A proposta ainda altera o quórum necessário para proferir essas decisões para quatro quintos, o equivalente a 9 dos 11 ministros na formação total do STF. Atualmente esse quórum é de 7 votos.
Na justificativa da proposta, Fonteles afirma que o alvo é o chamado "ativismo judiciário". Ele cita decisões como a da fidelidade partidária e do aumento do número de vereadores como decisões que seriam rediscutidas pelo Congresso no caso de o projeto estar em vigor. "Há muito o STF deixou de ser um legislador negativo, e passou a ser um legislador positivo. E diga-se, sem legitimidade eleitoral. O certo é que o Supremo vem se tornando um superlegislativo", argumenta Fonteles.
A proposta tem apoio ainda da bancada evangélica. O relator na CCJ foi o deputado João Campos (PSDB-GO), coordenador da frente parlamentar. Ele repete o argumento sobre o ativismo. "Importa salientar que o quadro atual é, sem dúvida, de exacerbado ativismo judicial da Constituição", diz Campos em trecho do voto. Ele afirma ainda que a medida impediria uma "hipertrofia" do STF.
O projeto não é o primeiro aprovado pela CCJ que opõe o Congresso ao Supremo. No ano passado a mesma comissão aprovou outra proposta de Fonteles que permite ao Legislativo sustar ato do Judiciário. Essa proposta ainda aguarda a criação de uma comissão especial para debatê-la.

Terror aumenta nos transportes coletivos de Fortaleza

Número de assaltos a ônibus cresce 394% na Grande Fortaleza


 De janeiro a março de 2013, foram 579 casos, 394% a mais do que no mesmo período do ano passado. São mais ocorrências do que 2012 inteiro
Utilizado por mais de um milhão de pessoas diariamente, o transporte coletivo da Grande Fortaleza virou sinônimo de vulnerabilidade à violência. Em apenas janeiro, fevereiro e março, 2013 já registrou mais ocorrências de assaltos a ônibus (579 casos) do que em 2012 inteiro (557). De um trimestre para o outro, o aumento foi de 394%. (ver quadro)
Os dados constam em balanço divulgado pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Ceará (Sindiônibus) ontem, um dia após o motorista César Carlos Matos, 44, ser atacado por dois adolescentes na Praia do Futuro e receber um tiro no olho, durante assalto. Encaminhado ao Instituto José Frota (IJF), ele passou por cirurgia. O estado é considerado grave. Os dois jovens foram apreendidos e levados à Delegacia da Criança e do Adolescente.
O inchaço estatístico desafia os investimentos que o Sindiônibus diz ter feito para o controle e a segurança dos veículos. Em oito anos, o empresariado fala em R$ 30 milhões aplicados na instalação de câmeras, GPS e fixação de cofres para diminuir a quantidade de dinheiro manuseada pelos cobradores.
A quase quintuplicação dos casos de um trimestre para o outro também põe em xeque a logística policial para combater esse tipo de crime que, conforme O POVO mostrou em 19 de março, é constante até nas linhas que rodam apenas de madrugada.
A categoria relata cenários de até sete assaltos numa mesma linha num mesmo dia. Motoristas e cobradores dizem trabalhar sob tensão. “A audácia é tão grande que os bandidos chegam a tirar o cobrador da cadeira e ficam no lugar dele recolhendo o dinheiro dos passageiros. O medo é grande”, relata o diretor do sindicato dos trabalhadores (Sintro), Valdir Pereira.
Siqueira e Conjunto Ceará são apontados como bairros/terminais críticos. “Eles batem nos profissionais. Virou cenário de faroeste. Está inviável e os motoristas estão abandonando a profissão. Não existe mais aquela coisa de passar de pai para filho”, revela um outro diretor do Sintro, Geraldo Lucena.
Praia do Futuro e Caça e Pesca também são consideradas regiões problemáticas. O mesmo vale para a avenida Sargento Hermínio. “Como o motorista faz a mesma linha todo dia, os assaltantes conhecem e ameaçam. Dizem que, se forem presos, saem logo e voltam pra matar. Nesses assaltos, os cobradores e motoristas ficam sob a mira de armas. E muitos deles (assaltantes) estão drogados. É um perigo”, delatou um agente.
Presidente do Sindiônibus, Dimas Barreira garantiu que tomará providências e deve acionar a Secretaria da Segurança. “Vamos avaliar o que pode ser feito para amenizar a situação em curto prazo.” O POVO tentou falar com a Secretaria e com o Comando da PM, mas nenhuma das oito ligações foi atendida até o fechamento da matéria.
 FONTE: O Povo

Garota que confessou ter matado padrasto é liberada


A adolescente de 13 anos acusada de matar o padrasto, Antônio Igor Brito dos Santos, 32, prestou depoimento, ontem, na 5ª Vara de Execuções da Infância e da Juventude. O juiz Manuel Clístenes de Façanha e Gonçalves, titular do Juizado, decidiu pela liberação da garota. Ele considerou que, até agora, o crime foi praticado em legítima defesa.
O juiz Clístenes considerou para a liberação,
que o crime foi cometido em legítima defesa
 
O fato ocorreu na manhã da terça-feira passada, em uma pousada localizada na Rua Rufino de Alencar, no Centro. Antes de iniciar o depoimento, a menina ficou ciente de que está sendo acusada de ter cometido um ato infracional grave, tendo em vista que uma pessoa morreu. Por ter menos de 14 anos, ela foi ouvida na presença da mãe e, em seguida, liberada.

Reviravolta?
Na manhã de ontem, surgiu uma informação dando conta de que o ex-presidiário, executado com dois tiros, poderia ter sido assassinado pela companheira, que teria pedido à filha para assumir a culpa. O promotor Evânio Guedes, da Promotoria da Infância e Juventude do 1º Atendimento, disse que não recebeu tal informe, no entanto, ressaltou que, caso seja verdade, será um agravante na pena para a mãe.

Clístenes Gonçalves disse que os três depoimentos dados pela suposta atiradora foram muito coerentes. "Ela foi ouvida pela delegada da Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), pelo promotor e por mim e não titubeou em momento algum, nem mesmo quando contou detalhes. Ela demonstra muitos sentimentos quando fala da violência que sofreu", afirmou o juiz.

Na presença do magistrado, a garota contou que, naquela manhã, o padrasto teria entrado no quarto em que ela dormia e lhe apalpou. Ela teria estranhado a ação porque ele nunca havia se insinuado. "No momento em que disse que iria violentá-la, ele teria apontado uma arma para a cabeça dela. No ato, o padrasto teria se descuidado da arma e, neste momento, a garota pegou e atirou. Ela disse também que, como ele chegou sozinho, imaginou que pudesse ter matado a mãe dela", disse Gonçalves.

O exame de corpo de delito atestou que a adolescente teria sido vítima de violenta agressão sexual, ocasião em que teria sido desvirginada durante o estupro. A adolescente e a mãe foram submetidas a testes residuográficos, que irão atestar quem de fato atirou.
A mãe disse que não fugiu, mas teria ido a uma delegacia registrar um B.O. contra o companheiro, por ter sido agredida por ele na noite anterior. 

FONTE: Dário do Nordeste

Pec 300/446 ressurgindo com todo vapor

Deputado afirma que já tem apoio para retomar votação da PEC 300


 O deputado Mendonça Prado (DEM-SE) informou, nesta quarta-feira, que conseguiu a assinatura de 90% dos líderes partidários para concluir a votação da Proposta de Emenda à Constituição que estabelece um piso remuneratório nacional para policiais e bombeiros militares (300/08). Em entrevista à Rádio Câmara nesta manhã, ele disse que os líderes de todos os grandes partidos já firmaram apoio à chamada PEC 300. Mendonça Prado espera obter as demais assinaturas ainda hoje, ao final de um seminário sobre segurança pública, coordenado por ele.
A PEC foi aprovada em primeiro turno em 2010 e, desde então, aguarda a análise dos deputados em segundo turno.
“A PEC 300 não diz respeito apenas a valor de remuneração. Ela tem algo que é muito mais importante para a segurança pública, que é a criação de um fundo constitucional, ou seja, a garantia de recursos para a segurança pública. Hoje, o gestor público não está obrigado a investir um percentual do orçamento na segurança pública. Ele investe o que quer. É diferente do que acontece com saúde e educação, por exemplo.”
Mendonça Prado disse que já conseguiu apoio de quase 90% dos líderes para colocar em votação o projeto de lei que anistia os policiais e bombeiros punidos por terem participado de movimentos reivindicatórios no ano passado (PL 2791/11). A matéria já foi aprovada na Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, mas antes de ir ao Plenário ainda precisa ser analisada pelas comissões de Relações Exteriores e Defesa Nacional e de Constituição e Justiça.

Em defesa dos Policiais Brasileiros

Rachel Sheherazade comenta sobre a Polícia america e a brasileira

Musa dos Policiais do Brasil



domingo, 21 de abril de 2013

Como se medir a honestidade de uma pessoa?

História de tenente da CPTran é sucesso em redes sociais 
Do colunista Celino Neto, de Campina Grande.
Ao tenente Siqueira ao cidadão citado no relato, a ‘continência’! 
LEIA COM ATENÇÃO!!! Aconteceu onten durante o show de The Plattes em Campina! Compartilhem isso! Esse cara representa a esperança que vale a pena acreditar nas pessoas!

Um dos nossos produtores, num momento de distração, deixou um pacote com todo dinheiro do show de The Plattes, realizado ontem, em cima do seu carro, enquanto tomava banho em sua casa para retornar ao teatro. Ao sair, sem perceber, deixa o pacote cair no asfalto e continua o trajeto, só dando conta do fato muito depois!!!
Enquanto nosso produtor entrava em desespero, um popular acha o pacote, se apavora e lembra que uma amiga sua era filha de um policial e liga para ele informando que havia encontrado no chão, um pacote com um alto valor em dinheiro.
O Tenente Siqueira da CPTRAN (FOTO) acha dentro do pacote um cartão pessoal do produtor e alguns rabiscos sobre o show de The Platters! De imediato, ele se dirige ao Municipal, pede pra chamar o produtor, e devolve o dinheiro integralmente! Nosso funcionário, que até então não havia dividido o problema com ninguém, tentando ainda lembrar onde teria colocado o pacote, desaba num pranto numa mistura de alivio e gratidão! Na mesma hora convida o oficial para assistir ao evento!
Só quando tudo estava resolvido, foi que eu tomei conhecimento do fato e fiz questão de dividir essa bênção com a platéia que, de pé, dirigiu uma grande salva de palmas em direção ao Tenente! No camarim, após o show, ele me disse que apreendeu na vida que não se deve querer o que não é seu, atribuindo o ensinamento a sua velha mãe, uma simples lavadeira! Desculpem o texto longo, mas precisava dividir isso com vcs.
DEUS existe, e mostra através de pessoas, com gestos como esse, que é possível acreditar no ser humano. Obrigado, de coração, ao popular que achou o pacote e ao nobre Tenente Siqueira que devolveu toda a quantia! Por favor, compartilhem e divulguem essa mensagem, que sabe a gente consiga, divulgando esse fato, disseminar a ideia de que ser bom e correto sempre vale a pena! Obrigado pela atenção!


Celino Neto/Facebook

FONTE: http://www.paraibaemqap.com.br/noticia.php?id=12069

8 homicídios com arma de fogo são registrados no interior do Estado

Crimes ocorreram em 7 municípios cearenses nas últimas 24h

A violência com armas de fogo marcou a noite de sábado no interior do Estado. 8 homicídioscom arma de fogo foram registrados nas últimas 24h, segundo o Comando de Policiamento do Interior (CPI).
Um deles foi o do ex-presidiário, Joaquim Auxiliano Ribeiro de Sousa, acusado de participação noarrombamento de um Fórum de Santana do Cariri, no mês passado. Conforme o CPI, na noite de sábado (20) dois homens usando roupas escuras dirigiam uma moto quando efetuaram 3 tiros contra a vítima, fugindo logo em seguida. Ele foi encaminhado ao Hospital de Barbalha, mas não resistiu aos ferimentos.
Em Antônio Diogo, distrito de Redenção, José Isaías Tomé Almeida, de 40 anos, natural de Fortaleza, morreu depois de ter sido alvejado. Populares informaram que a vítima estava na calçada de sua residência na hora dos disparos efetuados por um homem na garupa de uma moto de cor preta. O autor do crime foi preso portando duas armas de fogo e identificado como Thiago Madeira de Lima, de 23 anos.
Assassinato de jovens em Juazeiro do Norte
No município de Juazeiro, a Polícia ainda registrou dois homicídios na noite de sábado (20). Dois homens em um fiat Uno de cor vermelha dispararam tiros contra um jovem identificado apenas como “Lequinha”. Outra vítima, Alexandre Araújo Domingos, de 30 anos, morreu após levar quatro tiros, sendo dois nas costas, um no braço esquerdo e outro na clavícula. A Polícia ainda não tem informações sobre os suspeitos.

FONTE: Diário do Nordeste

Denarc realiza ofensiva ao tráfico

Com a chegada de novos inspetores, a Delegacia de Narcóticos iniciou uma série de operações no combate às drogas
A Delegacia de Narcóticos (Denarc) apresentou o resultado de seis operações realizadas pelas equipes daquela Especializada nas últimas duas semanas. Segundo o delegado Pedro Viana Júnior, titular da Denarc, as ações foram desencadeadas depois que denúncias anônimas da população foram checadas e, em seguida, montadas as estratégias para prender os acusados.

Delegado titular da Denarc, Pedro Viana Júnior, apresentou o resultado das operações FOTO: KLÉBER GONÇALVES

Os trabalhos começaram no dia 11 deste mês, quando os inspetores da Denarc prenderam Francisco John de Araújo Silva, 21, que diz ser mecânico e estava com maconha e sacos para embalar a droga. A prisão foi efetuada na Travessa Fafá, no bairro Antônio Bezerra.

Na Travessa Bruno Valente, na Serrinha, o servente de pedreiro Lucas Rodrigues Oliveira, 18, também foi preso com dinheiro em moedas e notas de pequeno valor. Há cerca de uma semana, ele era investigado pelo tráfico de entorpecentes na área.

Ampliação
Há menos de duas semanas, a Denarc contava com um efetivo mínimo, de apenas oito inspetores, no entanto teve um aumento substancial. "Não convém falar o quantitativo por questões estratégicas", destacou o delegado Pedro Viana Júnior.

Na segunda-feira passada, Antônio Jacinto Alves Alexandre, 47, mais conhecido por ´Titela´, foi preso com crack e dinheiro trocado, na Rua Antônio Mendes, 45, altos, no bairro Jardim América. Naquele mesmo dia, também foi capturado Francisco Marcelo Bezerra Lopes, 24. Na residência dele, os inspetores da Denarc encontraram cocaína, um pé de maconha e um revólver de calibre 38 com seis munições intactas.

Na Avenida Leste-Oeste, 2431, Altos, no Pirambu, os policiais civis encontraram maconha, cocaína, ´pedras´ de crack, munição, um revólver calibre 38, balança digital, além de vários sacos para embalar as drogas. O morador da casa, Francisco David Nascimento Sousa, 21, está foragido.

Crimes de morte
Das operações realizadas, a maior teve desfecho na tarde de terça-feira, no quilômetro 32 da BR-116, em Aquiraz. Lá, foi descoberto um depósito de munições. Hernani Silva Tavares, 53, que acabou sendo preso em flagrante, disse que guardava e vendia as munições, no entanto garantiu que só comercializava com cidadãos proprietários de sítios. Ao todo, foram apreendidas 1.058 munições intactas, 12 deflagradas, além de uma escopeta e um rifle.

Nessa ação, os inspetores da Denarc contaram com o apoio dos policiais do 15ºBPM (Eusébio), sob o comando do tenente-coronel PM Sidney Paiva

Na última quinta-feira, numa ação com as delegacias de Pacajus e Horizonte, foi detido o traficante e foragido da Justiça Francisco Patrick Amaral. O delegado Pedro Viana Júnior destacou ainda o apoio recebido por parte do delegado Jairo Façanha Pequeno, diretor do Departamento de Polícia Especializada (DPE) e da Coordenadoria Integrada de Inteligência (Coin), da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

FERNANDO BARBOSAREPÓRTER 

FONTE: Diário do Nordeste

Mais um policial da PMCE pratica suicídio

Por volta de 23:00hs do dia 21/04/13 as viaturas foram acionadas para um possível suicídio, chegando ao local se tratava do Cb. PMCE  RAIMUNDO SILVEIRA FILHO, o policial morava no bairro Montese.

Jurados condenam 23 PMs por mortes no Carandiru em 1992

Réus foram condenados a 156 anos de prisão, mas podem recorrer livres.
Júri terminou na madrugada de domingo (21) no Fórum da Barra Funda.

Os sete jurados condenaram, na madrugada deste domingo (21), 23 policiais militares pela morte de 13 presos, em 1992, na Casa de Detenção do Carandiru, na Zona Norte de São Paulo. A pena é de 156 anos de prisão para cada, mas eles podem recorrer em liberdade. Três dos 26 réus foram absolvidos. A sentença foi lida pelo juiz José Augusto Nardy Marzagão à 1h15 no Fórum da Barra Funda.
A decisão dos jurados e a sentença ocorrem depois de um longo dia de debates entre defesa e acusação, com uso da réplica e da tréplica. A última fase, antes da votação dos jurados, começou durante a manhã e terminou às 21h25, com a fala da advogada de defesa, Ieda Ribeiro de Souza. Depois, os jurados responderam mais de 1,5 mil perguntas na sala secreta. Foram usadas 290 folhas de questionário para cada jurado

FONTE: http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2013/04/jurados-condenam-23-pms-por-mortes-no-carandiru-em-1992.html

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Polícia prende suspeito de atentado na Maratona de Boston

Autoridades pediram que moradores da cidade de Watertown permaneçam em casa

Polícia de Boston anunciou na noite desta sexta-feira (19) que capturou Dzhokhar Tsarnaev, suspeito de colocar as bombas na Maratona de Boston.
Foto: Agência Reuters
Depois de uma intensa busca, os policiaisencontraram o jovem em um barco, no quintal de uma casa na cidade de Watertown, em Massachusetts. As autoridades disseram que o jovem foi capturado vivo e está sob custódia da Polícia.
Mais cedo, explosões foram ouvidas em Watertown durante as buscas. Veículos de emergências e militares se espalharam pela cidade depois dos disparos. As autoridades pediram que moradores da região permaneçam em casa. As informações são da Associated Press.

Rita Lee é condenada a pagar R$ 5 mil a policiais de SE

A sentença é resultado da maioria dos votos dos juízes da Turma Recursal do Tribunal de Justiça de Sergipe

A cantora Rita Lee foi condenada nesta quinta-feira (18) a pagar indenização por danos morais no valor de R$ 5 mil para dois policiais militares da cavalaria que trabalharam no Verão Sergipe no dia 29 de janeiro de 2012 na Barra dos Coqueiros, em Sergipe. Na ocasião, a roqueira interrompeu o show que estava fazendo para reclamar da ação dos policiais que revistavam o público em busca de drogas. A cantora utilizou palavras de baixo calão para ofender os militares por entender eles estavam sendo agressivos e por estarem interrompendo sua apresentação.
A sentença é resultado da maioria dos votos dos juízes da Turma Recursal do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE). No entanto, o advogado da cantora, Geraldo Resende, informou que vai pedir recurso da sentença indenizatória através do Superior Tribunal de Justiça (STJ) assim que a decisão for publicada oficialmente. "Teremos um prazo e iremos fazer a defesa dentro dele", garante.
De acordo com o TJSE, foram votados nesta sessão cinco dos 33 recursos solicitados pelos policiais militares, porém somente dois foram julgados porque os outros três a juíza Cléa Monteiro Alves Schiligmann pediu vistas do processo. Os demais recursos serão incluídos nas pautas das sessões à medida que forem analisados pelos relatores.
“Não tinha razão de uma atitude como aquela naquele momento. É a primeira vez que eu vejo a polícia reclamando de alguém do evento. Por um instante Rita Lee perdeu a lucidez, ofendeu a polícia e fez apologia ao uso de drogas”, afirmou juiz Diógenes Barreto, presidente da Turma Recursal. Ele completou ainda que poderia ter ocorrido uma catástrofe se a plateia reagisse aos insultos proferidos pela cantora aos policiais.
O juiz relator Marcos de Oliveira Pinto entendeu que o servidor público não pode ficar à mercê de atos e atitudes que lhes agridam a honra, principalmente quando do exercício regular de suas atribuições, devendo ser ressarcidos quando tais ações lhes forem dirigidas de forma desproporcional e indevida, provocando-lhes prejuízos materiais e/ou morais.
“Afasto o argumento de que o dano moral não pode ser reconhecido pelo simples fato de que nenhum policial fora individualizado ou nominalmente identificado, uma vez que as agressões alcançaram todos os policiais que se encontravam exercendo suas atribuições no citado evento, estivessem eles próximos ao palco ou não, já que as agressões foram disparadas em público e para que toda a plateia ouvisse”, analisa o relator.
Ato ilícito e punição
O sargento Edgar Menezes, presidente da Associação dos Militares de Sergipe (Amese), comemora a decisão do recurso. “Para a gente o mais importante neste momento não é dinheiro e sim a condenação porque comprova que Rita Lee cometeu um ato ilícito e que isso não pode ficar impune”, afirma.
Um dos advogados dos policiais, Plínio Karlo, disse que os agentes militares tiveram a honra atingida, foram humilhados e alvos de deboche. “Além, disso eles ainda foram expostos à situação de risco porque havia cerca de 20 mil pessoas no local do evento. “Se pelo menos os cinco mil que estavam mais próximos do palco reagissem aos comandos da cantora, que incitou o público a desafiar o poder de polícia, as consequências poderiam ser bem maiores”, argumentou.
Os representantes dos policiais acreditam que a decisão da Turma Recursal abre precedentes para favorecer os demais militares que estão processando Rita Lee por danos morais.
“Todos os militares em serviço no local, indistintamente, passaram pelo mesmo dissabor. Evidentemente que o fundamento de tal conclusão reside na circunstância vivenciada pelos referenciados policiais que, agredidos verbalmente, despidos de suas autoridades, ficaram à mercê das vaias e das palavras ofensivas que lhes foram dirigidas”, explicou juiz Marcos de Oliveira.
FONTE: G1

Mesmo com o aumento significativo da violência, grandes eventos serão realizados no Estado.

UFC oficializa Fortaleza como sede do 'TUF Brasil 2 Finale', dia 8 de junho

Ginásio Paulo Sarasate vai abrigar evento que terá a final do reality show,
além de Rodrigo Minotauro x Fabricio Werdum e Thiago Silva x Rafael Feijão


Depois de bastante expectativa, o UFC finalmente oficializou o ginásio Paulo Sarasate, em Fortaleza, como sede do "TUF Brasil 2 Finale", que será realizado no dia 8 de junho. A informação, revelada há mais de dois meses pelo SPORTV.COM, agora consta no site da organização. Esta será a primeira vez que o Nordeste vai abrigar um evento do Ultimate.
O Paulo Sarasate já estava reservado do dia 1º a 12 de junho. A capacidade para eventos como o UFC é de cerca de 10 mil pessoas.
- Nossa alegria é imensa, porque desde o final de 2011 nós vínhamos mostrando as virtudes do Ceará para o UFC. É uma honra muito grande para todos os cearenses ser a primeira sede do UFC juntando as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste - disse em entrevista por telefone ao SPORTV.COM o secretário de Esportes do Governo do Ceará, Gonny Arruda, que relembrou ainda o fato de o primeiro TUF Brasil ter tido dois cearenses, Rony Jason e Godofredo Pepey, na final da categoria peso-pena.
Representantes da organização gostaram do que viram quando vistoriaram o ginásio. A falta de estacionamento, vista como problema estrutural do local, acabou não sendo empecilho para a realização do evento lá, uma vez que o Mineirinho, em Belo Horizonte, tinha problema semelhante e, ainda assim, recebeu o UFC 147, em junho do ano passado. O secretário listou os fatores que acredita terem sido relevantes para a escolha de Fortaleza como sede.

- Acho que é a consciência de que Fortaleza reúne um público espectador de primeira linha, assim como no futebol e no basquete. Temos o Basquete Cearense, primeira equipe do Norte-Nordeste a disputar o NBB, e a média de público é maior do que a do Flamengo. Somos um povo que cumpre os compromissos. E, mais do que tudo, Fortaleza é uma cidade espetacular e encantadora. Os turistas que vierem se encantarão com a beleza, a vida noturna e o público daqui.
Além da final do TUF Brasil 2, que está sendo exibido pela TV Globo aos domingos, o card de Fortaleza teve oficializados ainda o duelo entre os treinadores do reality show, Rodrigo Minotauro e Fabricio Werdum, Thiago Silva x Rafael Feijão e Daniel Sarafian x Eddie Mendez. Outras lutas já acertadas, porém não anunciadas oficialmente, são Rony Jason x Mike Wilkinson, Erick Silva x John Hathaway, Antônio Braga Neto x Anthony Smith, entre outras.
TUF Brasil 2 Finale
8 de junho de 2013, em Fortaleza
CARD DO EVENTO (até agora):
Rodrigo Minotauro x Fabricio Werdum
Finalista 1 x Finalista 2 (TUF Brasil 2)
Rony Jason x Mike Wilkinson
Erick Silva x John Hathaway
Daniel Sarafian x Eddie Mendez
Thiago Silva x Rafael Feijão
Raphael Assunção x Vaughan Lee
Godofredo Pepey x Felipe Sertanejo
Ronny Markes x Derek Brunson
Antônio Braga Neto x Anthony Smith
Ildemar Marajó x Jason High
Rodrigo Damm x Mizuto Hirota
Karlos Vemola x Caio Monstro

Sem o poder de investigação do MP, o povo ficará a mercê da própria sorte.

MP realiza ato público contra PEC 37 na praça 31 de Março, em Fortaleza

Manifestação acontece às 9 horas na Praia do Futuro.

Projeto retira dos ministérios públicos o poder de investigação criminal.


O Ministério Público do Estado do Ceará realiza neste domingo (21), às 9 horas, um ato público contra a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) nº 37, na praça 31 de Março, na Avenida Zezé Diogo, em Fortaleza
A manifestação tem como objetivo de mobilizar a população fortalezense sobre os efeitos da PEC 37. O ex-ministro da integração nacional, Ciro Gomes admitiu ser contra a emenda. 
"Os bons políticos brasileiros sabem que é necessário ampliar o poder de investigação das policias, ampliar o poder de investigação dos tribunais de contas e ampliar o poder de investigação do ministério público. Porque o Brasil está farto da corrupção e da ladroeira. Quem dá a última palavra, quem fiscaliza o bom atendimento da justiça é o judiciário. Que cada vez mostra ao Brasil que é o judiciário está melhorando. Merece o respeito da sociedade brasileira. A prova é esse grande julgamento histórico do Supremo Tribunal Federal  que puniu peixes graudos. É o que o brasileiro espera que aconteça", disse Ciro Gomes em entrevista ao Bom Dia Ceará nesta sexta-feira.
Proposta de emenda
A PEC 37 é uma proposta do deputado federal e ex-delegado da polícia civil, Lourival Mendes da Fonseca Filho, do PTdoB do Maranhão. Ela tramita no Congresso Nacional desde 2011 e propõe a alteração da Constituição Federal atribuindo o poder de investigação criminal exclusivamente à Polícia Federal e Polícia Civil dos estados e Distrito Federal. A chamada PEC da impunidade, em tramitação no Congresso Nacional ainda sem data para votação.

Será essa a medida correta a ser tomada, diante do aumento da criminalidade?

AL apoia redução da maioridade

Requerimento de Ely Aguiar que defende maioridade de 16 anos recebeu 19 votos favoráveis e 9 contra
Durante votação do requerimento que apoia a redução da maioridade penal, manifestantes protestaram contra os deputados que votaram a favor FOTO: VIVIANE PINHEIRO
A redução da maioridade penal foi o principal assunto debatido pelos deputados cearenses da Assembleia Legislativa na manhã de ontem. Por quase duas horas os deputados discutiram os requerimentos de Ely Aguiar (PSDC), um sugerindo que houvesse um amplo debate para discutir o assunto e outro dando ciência acerca do posicionamento da Casa. Apesar de o parlamento do Ceará ter se posicionado favorável à redução, com 19 votos favoráveis, nove parlamentares se mostraram contrários à proposta apresentada.

De acordo com Ely Aguiar, a "avalanche de crimes" no País tornou-se insuportável e a maioria dessas ocorrências vem sendo praticada por jovens de 16 e 17 anos de idade. Ao lado do Peru e da Colômbia, o Brasil é o único País do mundo que mantém a maioridade penal a partir dos 18 anos. "Nos Estados Unidos, um garoto de 12 anos foi apenado por ter matado o pai. Não estamos aqui buscando apenar o adolescente, mas dizendo que não pode. A Lei não existe para punir ninguém, mas é uma determinação que diz que não pode fazer isso", apontou o parlamentar em defesa do tema.

Ele lembrou que o vice-presidente Michel Temer (PMDB) afirmou que a redução da maioridade não deve diminuir o aumento da violência, mas afirmou que a Lei Maria da Penha, por exemplo, reduziu os casos de violência contra as mulheres. Ele apresentou dados do Datafolha, que fez pesquisa recente apontando que 93% dos paulistanos defendem a maioridade penal de 16 anos. "É inaceitável que uma jovem seja estuprada e assassinada por adolescentes. Os adultos serão apenados, mas os adolescentes ficam na mais pura impunidade e nós não aceitamos mais isso", disparou.

Ely Aguiar ressaltou ainda que o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), quer que a punição desses jovens passe de três para oito anos de reclusão. "Nós queremos que estes adolescentes sejam punidos. Na semana passada, a Polícia prendeu um jovem de 17 anos e cinco meses que já tinha matado 14 pessoas, rindo, como se nada tivesse acontecido", criticou.

Infrator

A proposta do governador de São Paulo prevê que o infrator que completar 18 anos deverá ficar em regime especial nas fundações de ressocialização em vez de permanecer com os menores de 17 anos. A transferência para a penitenciária só ocorrerá a partir dos 21 anos. Também é prevista uma pena mais severa para adultos que utilizarem os menores nos crimes.

O deputado Ferreira Aragão (PDT) afirmou que fez um levantamento e, segundo ele, de 1980 para cá, a idade dos presos vem diminuindo. O parlamentar, que é apresentador de um programa policial, disse que está acompanhando diversos casos de violência e, portanto, sabe como as famílias dessas pessoas se sentem. "O que está acontecendo é que muitos traficantes em Fortaleza treinam as crianças para curso de tiro privado. Eles treinam as crianças a matar. Dão a arma, dão o revólver de depois dão a lista de execução", declarou o pedetista.

Nas galerias da Casa, no entanto, alguns manifestantes criticavam as falas dos parlamentares e se posicionaram contrários à proposta de apoio à redução da maioridade, apresentada pelo deputado Ely Aguiar. Em determinado momento, chegaram a gritar "bancada da bala não me representa", em alusão àqueles deputados ligados às discussões sobre segurança pública na Assembleia Legislativa.

A deputada Bethrose (PRP), por sua vez, disse que se comove com a situação dos familiares que perdem seus filhos para o crime, mas afirmou que muitos pais também procuram ajuda do Estado e não encontram. De acordo com ela, os deputados estariam se "acovardando" e  se "acomodando" quando defendem a redução da maioridade penal. "O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) só é visto quando o adolescente é delinquente. Mas os direitos das crianças e adolescentes não são cumpridos. Eu sou a favor da discussão. Estou colocando minha cara a bofete, mas defendo minha posição", disparou.

Vítimas

Já a deputada Patrícia Saboya (PDT), ligada aos movimentos em defesa dos direitos das crianças e adolescentes, diz acreditar que esta não seja a solução para a diminuição da criminalidade crescente no País, afirmando ainda que os jovens são vítimas e não réus, neste caso. "No Brasil, de cada 100 homicídios que são cometidos, apenas oito são punidos, mas ainda querem colocar mais jovens na cadeia, porque é mais fácil jogar a poeira para debaixo do tapete", afirmou a deputada estadual.

Segundo Saboya, é necessário que, em primeiro lugar, seja cumprida a legislação, fazendo com que todas as penalidades sejam efetivadas, o Estatuto da Criança e Adolescente seja cumprido e o governo exerça as tarefas que lhe cabem.  Ainda de acordo com ela, a reincidência no sistema de internação dos adolescentes é de aproximadamente 30%. No sistema prisional comum é de 60%.

"Nossos jovens preferem ir para o crime muitas vezes porque são empurrados. Quando procura  uma escola boa e de qualidade, não encontra. Eu lamento muito de ouvir nessa Casa discursos que são absurdos de deputados que não respeitam nossas proposituras, chamando elas de "imbecilóides", como fez o deputado Fernando Hugo", criticou.

O deputado Antonio Carlos (PT) também posicionou-se a favor dos argumentos levantados por Patrícia Saboya. "Infelizmente, as condições dos jovens não são boas e essa redução não vai melhorar. A ordem do problema está sendo invertida. Os jovens são as vítimas. Obviamente que somos representantes do povo, mas não podemos trazer o debate por alguns casos que são exceções à regra", reclamou o petista, acrescentando ser contra a proposta de Geraldo Alckmin.

O vice-líder do Governo na Assembleia Legislativa, Augustinho Moreira (PV), criticou as ações dos jovens infratores e lembrou que eles praticam esses crimes porque confiam na impunidade da Lei. O parlamentar ainda ressaltou que, quando advogava, foi contrário a modificar o ECA, mas salientou que os legisladores eleitorais não fazem uma reflexão mais evoluída sobre o referido Estatuto.

Já o deputado Danniel Oliveira (PMDB) lembrou que uma audiência pública irá ocorrer até o dia 15 de maio, com todos os senadores envolvidos com o tema da maioridade penal, na Assembleia Legislativa do Ceará. Ele chegou a dizer ser desnecessária a votação dos requerimentos, mas votou favorável. Já Eliane Novais (PSB) se disse contrária à redução e solicitou votação nominal do requerimento.